CMS-Recife faz Conferência Livre para 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª + 8)

Direitos Humanos e Acesso a Atenção a Saúde LGBT. Esse foi o tema da Conferência Livre Municipal realizada pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS) do Recife, na última terça-feira, 04, a fim de elucidar sobre questões relacionadas a essa temática, bem como debater sobre um acesso mais humanizado e da oferta do serviço integral a essa população. Tendo como parceiros a CEBES Recife, o Coletivo Amotrans e o Conselho Regional de Psicologia/PE, a Conferência Livre levou em consideração os cenários de grandes retrocessos no campo da saúde, onde é perceptível a exclusão participativa da sociedade e dos órgãos de controle.       “Nesse cenário de ameaças aos corpos negros, das mulheres e das minorias sexuais e de gênero seguimos na vanguarda como arautos da resistência pela democracia e defensores dos direitos humanos”, disse a conselheira Íris Maria.

     Na programação, foram convidados o coordenador da Política de Saúde LGBT do Município do Recife, Airles Ribeiro, o professor e membro integrante da CEBES, Itamar Lages e a militante e represente da Articulação e Movimento para Travestis e Transexuais de Pernambuco (Amotrans-PE), Rivânia Rodrigues, para apresentar dados e dar embasamento para os participantes da Conferência Livre nas discussões dos grupos temáticos. Os grupos foram: Saúde como Direito; Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); e Financiamento.     Entre as propostas aprovadas estavam a implementação de protocolos clínicos na assistência hormônio terapêutico e cirúrgico para a população transexual e travesti; a garantia de financiamento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da População LGBT; financiamento público federal para a hormonioterapia e cirurgias de redesignação sexual para a população ‘T’, a deflagração de uma campanha nacional em defesa ao direito universal à saúde, contra a mercantilização dos serviços de saúde e pela melhoria dos serviços públicos, entre outras propostas. 

Grupo 1: Saúde como Direito
Grupo 2: Consolidação dos princípios do SUS
Grupo 3: Financiamento

Ao final, a plenária da Conferência Livre elegeu a conselheira municipal de Saúde, Íris Maria para participar da 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª + 8) como convidada.

Fonte: ASCOM CMS-Recife