Em Reunião Ordinária do CES/PE, Pleno acompanha apresentação sobre construção do PES 2020-2023

O Pleno o Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES/PE) fez o acompanhamento da apresentação da construção do Plano Estadual de Saúde (PES) 2020-2023, durante a 510ª Reunião Ordinária, realizada pela Diretoria Geral de Planejamento e Gestão Estratégica e Participativa (DGPGP/SEGEP/SES), representada por Ana Paula Melo. Integrando o grupo condutor na construção do Plano Estadual de Saúde (PES) para o quadriênio 2020-2023, o Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES/PE) tem uma atuação fundamental na construção deste documento, desempenhando seu papel deliberativo na formulação da política estadual de saúde, a partir da definição das prioridades traduzidas em objetivos, ações e metas do PES.

Durante a apresentação, Ana Paula Melo fez a exposição dos principais elementos norteadores para a construção do PES 2020-2023, sendo eles: o Plano de Governo e Programa Todos por Pernambuco, o Planejamento Estratégico da Gestão da Saúde, a avaliação do PES 2016-2019, a 9ª Conferência Estadual de Saúde (Etapas Macrorregionais e Estadual), bem como as propostas das áreas técnicas com as contribuições do PROADI-SUS e as análises, ressalvas e recomendações nas Programações Anuais de Saúde (PAS) e dos Relatórios Anuais de Gestão (RAG).

Segundo a Conselheira Lidiane Gonzaga (segmento gestor-  SES/PE),  desde o final de 2018, a Secretaria Estadual de Saúde vem nesse processo de construção do PES 2020- 2023, e com a realização da 9ª CES, o Grupo Condutor terá mais subsídios para elaboração do documento.” No mês de dezembro, o CES/PE propõe realizar uma Reunião Extraordinária, programada para o dia 04 de dezembro, que terá como pauta a apreciação do PES 2020- 2023 e PAS 2020 e 2021, incorporando propostas para o Controle Social sugeridas nas Comissões Permanentes e Grupos de Trabalhos (GTs) do CES/PE, a partir das propostas homologadas na 9ª CES”, ressaltou a Conselheira.

Para o Conselheiro Euclides Monteiro (segmento usuário – Instituto Brasileiro Pró-cidadania), que coordena a Comissão de Análise e Orçamento do CES/PE, o controle social deve entender os interesses e prioridades da população nas demandas de saúde, fazendo a construção propostas viáveis e exequíveis.

Durante o debate, a Conselheira Sônia Pinto (segmento usuário – CEPAS) ressaltou a importância de incorporar as recomendações feitas pelo CES nas ressalvas do RAG (Relatório Anual de Gestão) durante o processo de construção do PES 2020-2023.