HIV/AIDS: CES/PE e SES/PE realizam Ato de Conscientização, no Metrô do Recife

No dia 02 de dezembro de 2019, o Conselho Estadual de Saúde de Pernambuco (CES/PE) e a Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE) realizaram o Ato “Um abraço Não pega AIDS”, na estação de metrô do Recife, às 7h.  O ato, que foi uma iniciativa da Comissão de Grupos Vulneráveis e Específicos do CES, teve como objetivo sensibilizar e esclarecer a sociedade que viver com pessoas diagnosticadas com o vírus HIV/AIDS não representa riscos à saúde, uma vez que não há contágio em ações como beijar, abraçar, dar carinho ou compartilhar o mesmo espaço físico. É devido à falta de informação que a ação reforça o compromisso em conscientizar a população sobre as formas de prevenção e transmissão, tratamento e redução do preconceito.

O ato fez alusão ao Dia Mundial de Luta contra a AIDS, que é celebrado no dia 1º de dezembro, e contou com atividades de promoção da saúde sexual e a prevenção das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Na mobilização do Ato, houve o envolvimento engajamento de profissionais e usuários (as) de saúde, conselhos de saúde, entidades acadêmicas e profissionais de saúde, entre outros movimentos sociais e populares.

 De acordo com o Conselheiro Estadual de Saúde (segmento usuário – GESTOS) e representante da Rede Nacional de Pessoas Vivendo com AIDS/ Núcleo Pernambuco, José Cândido da Silva, o preconceito é um dos piores obstáculos para quem vive com o HIV. “Além do preconceito nos afetar a termos uma melhor qualidade de vida, ainda precisamos lutar pela garantia de distribuição de medicação para as infecções de oportunidades e pela ampliação do número de leitos e serviços especializados no Hospital Correia Picanço, referência no tratamento de HIV/ AIDS”, defendeu.